Na tarde segunda feira, 27 de outubro, a Escola de Ciências e Tecnologia recebeu uma visita de representantes do MEC, que conversaram com professores e estudantes do Bacharelado em Ciências e Tecnologia.

Os representantes do MEC, Derval dos Santos Rosa, da Universidade Federal do ABC (UFABC), e Valter Carvalho de Andrade Júnior da Univerrsidade Federal do Vale do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), vieram a ECT com o objetivo de fazer um acompanhamento dos bacharelados interdisciplinares, visando aprimorar e fortalecer esse tipo de formação em todo o Brasil.

Por ser uma modalidade de curso nova, o bacharelado interdisciplinar ainda está em construção, portanto, ainda há muito a melhorar, e que o papel dos alunos é levar suas opiniões sobre as carências do curso com o colegiado, coordenação e a direção do curso.

Os alunos do BCT apontaram entre os pontos positivos, os programas de tutoria e monitoria e a evolução da estrutura da escola e da grade do curso, que tem mudado para melhor atender as necessidades dos estudantes.

Já existem 17 bacharelados interdisciplinares em todo o Brasil, esse formato de curso começou com o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI), criado a partir do decreto nº 6.096, de 24 de abril de 2007, integrando o Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE). Os bacharelados interdisciplinares correspondem a cerca de dez a onze mil vagas nas universidades do Brasil.

O REUNI tinha como proposta o desenvolvimento econômico e social das Universidades Federais no Brasil e garantir condições necessárias para a o aumento do ingresso e permanência na educação superior; garantir a qualidade segundo as inovações acadêmicas e promover a articulação entre as várias esferas educacionais e também flexibilizar e melhorar a qualidade da educação superior, bem como proporcionar aos estudantes formação multi e interdisciplinares, humanista e o desenvolvimento do espírito crítico.

ComC&T
Assessoria de comunicação e produtora de conteúdo da Escola de Ciências e Tecnologia