O professor e diretor da ECT Douglas do Nascimento recebeu uma premiação no II Congresso Iberoamericano de Processos Oxidativos Avançados (CIPOA). Seu trabalho, cujo título é “Redução de Carga Orgânica em Chorume Usando o Processo Foto-feton” foi selecionado como melhor apresentação em pôster do evento. Douglas, Kelly Christina Molder, Marcela dos Passos Galluzzi Baltazar e Cláudio Augusto Oller Nascimento*, também autores do trabalho, propõem o desenvolvimento de uma tecnologia alternativa para a degradação do chorume.

Douglas nos explicou que seu trabalho foi interessante por se tratar de um efluente real. "A gente pegou o efluente real de um aterro sanitário grande, o da Baixada Santista, região que possui cerca de 1,5 milhão de habitantes. Esse aterro já é consolidado e bastante tóxico. O material hoje é levado até uma cidade que fica a 80km para tratamento e incineração. Então, sugerimos uma proposta de trabalho com método de tecnologia avançado em oxidação", conta o professor.
Apesar da pesquisa ainda estar sendo desenvolvida, cerca de 65% da carga orgânica já foi reduzida e houve um grande aumento na biodegradabilidade do efluente resultante do processo. "Aumentamos em dez vezes a quantidade de oxigênio dissolvido e a relação da demanda bioquímica de oxigênio por demanda química, que dá uma relação de biodegradabilidade, em 5 vezes", relata Douglas.

O II Congresso Ibero-americano de Processos Oxidativos Avançados (CIPOA) aconteceu na Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais nos dias 3, 4, 5 e 6 deste mês.

ComC&T
Assessoria de Comunicação e Produtora de Conteúdo