A equipe do componente curricular Práticas de Leitura e Escrita (PLE) do curso de Ciências e Tecnologia, promoverá dia 4 de novembro um debate regrado com o tema “Instalação de um sistema de controle e vigilância para conter a divulgação de fake news”. Aberto ao público e sem inscrição prévia, o debate será realizado nos horários M34 (8h55 às 10h35), M56 (10h50 às 12h30) e N34 (20h35 às 22h15), no auditório “F” da Escola de Ciências e Tecnologia (ECT/UFRN). Os interessados poderão acompanhar o debate também via internet (streaming).

O debate regrado tem seu tema elaborado a partir de uma demanda social. Desta vez, a equipe de PLE observou que as fake news tiveram uma forte influência nas eleições brasileiras e norte-americanas, assim como na bolsa de valores e em outros espaços do cotidiano. A professora da ECT Gracilene Barbosa relembrou o caso de Fabiane Maria de Jesus, que foi brutalmente assassinada em 2014, na cidade de Guarujá, estado de São Paulo, após a divulgação de uma falsa notícia em que Fabiane aparece como supostamente envolvida com casos de sequestro infantil.

Será lançado um questionamento sobre as implicações nocivas decorrentes da publicação de fake news na internet. Pergunta-se: “seria plausível a implementação de um sistema de vigilância e controle do que divulgamos neste ambiente virtual, a exemplo do que já é feito no Facebook para rastrear posts que tenham relação com pedofilia ou com incitação ao discurso de ódio?”

Para impulsionar o debate, foram convidados os professores da ECT Aquiles Burlamaqui, doutor em Engenharia Elétrica; Edson Silva, doutor em Física; José Henrique Fernández, doutor em Geofísica Espacial; Francisco Geoci da Silva, doutorando em Linguística Aplicada; além da jornalista Glácia Marillac.

Os links para acompanhar os debates serão divulgados momentos antes do início da atividade em nossas redes sociais.


Leia mais sobre os debates promovidos pela equipe de PLE: