A EJECT, Empresa Júnior da Escola de Ciências e Tecnologia da UFRN, formada por alunos do Bacharelado em Ciências e Tecnologia, oferece serviços na área de Tecnologia da Informação, como Sites Responsivos (Institucionais, Landing Pages, Blogs e E-Commerce); Sistemas Web (Gestão Interna, Gerenciamento de Relacionamento com o Cliente, Eventos e Estoque); e Hospedagem (Planos anuais, Cloud, E-mail e Backups). Fechando o ano de 2018 com 51 projetos e um faturamento de R$ 59.900, a Empresa Júnior (EJ) ganhou dois prêmios da RN Junior: Impacto no Estado e Vivência Empresarial.

Conquista 

Em 2017, a EJECT fechou o ano com R$ 49.000 de faturamento, realizando 40 projetos. Este ano, a EJ cresceu 10% em relação ao ano anterior, atingindo a meta estabelecida pela Brasil Junior em sua melhor versão: não apenas cresceu financeiramente, mas, também, de forma sustentável e sem denegrir a imagem da empresa. “Acreditamos, como organização, que devemos estar em melhoria constante.”, afirma Barbara Vianello, Diretora Presidente da EJECT em 2018.

Os prêmios “Impacto no Estado” e “Vivência Empresarial” refletem o conhecimento em gestão e cultura empreendedora da equipe. Logo, a EJECT conseguiu proporcionar uma vivência empresarial plena para todos os membros da equipe. 

48090608 367145317395332 4204641384986050560 n

Equipe da EJECT na premiação da RN Júnior 

Afinal, o que é uma Empresa Júnior?

O Movimento Empresa Junior (MEJ) surgiu na França, em 1969. Com a missão de “formar, por meio da vivência empresarial, empreendedores comprometidos e capazes de transformar o Brasil.”, o MEJ tem como objetivos estratégicos o desenvolvimento da rede, a formação empreendedora e o impacto no ecossistema.

Basicamente, uma EJ é uma associação sem fins lucrativos formada e gerida por alunos de um curso superior. Entre suas principais funções, pode-se destacar o estreitamento entre a teoria e prática, bem como a aproximação do mercado de trabalho à universidade. A primeira EJ do Brasil foi a Empresa Júnior Fundação Getúlio Vargas, fundada em 1988.

Como funciona uma Empresa Júnior? 

Dentro de uma EJ são realizadas ações com os clientes, chamadas ‘impactos’, que proporcionam, por meio do serviço oferecido, mudanças na vida de seus colaboradores. O cálculo do percentual de crescimento de uma EJ funciona de acordo com as “dores”, ou seja, desafios que a organização encontra no momento, por exemplo: o gerenciamento da rotina dos membros e a escalabilidade de vendas.

Por que fazer parte de uma Empresa Júnior?

Em uma EJ, o aluno consegue aplicar o conhecimento visto em sala de aula, criando, ao mesmo tempo, uma preparação para o mercado de trabalho e seu desenvolvimento como líder. A realização dessas atividades possibilita que o aluno tenha um diferencial em seu currículo, facilitando sua absorção pelo mercado.