Desvendando a calculadora científica

ECT oferece curso com foco no ensino e aprendizagem do uso de calculadoras científicas.

Escrito por: Raylena Evelyn | Publicado em: 5 de maio de 2022

A calculadora científica é um tipo de calculadora mais complexa do que a comum, indicada para o uso acadêmico e técnico. Capaz de realizar operações matemáticas mais avançadas, ela é um equipamento bastante utilizado por estudantes das áreas de engenharias, arquitetura e ciências exatas. Considerando sua necessidade e importância na vida acadêmica, especialmente no curso de Ciências e Tecnologia da UFRN, a Escola de Ciências e Tecnologia (ECT) promove a segunda edição do minicurso “Desvendando a calculadora científica”, que acontece entre os dias 16 e 20 de maio, na modalidade semipresencial.

Coordenado pela docente Tatiana Bicudo (ECT), a atividade será conduzida pelo discente Luiz Felipe Oliveira (Engenharia de Materiais), com a colaboração dos alunos de C&T: Amanda Beatriz Pinheiro, Mariana Vitor Duarte, Ivamar Dantas e Victor Moura. Estima-se um público de 110 pessoas, com foco em alunos de instituições públicas de ensino médio e superior. O curso possui uma carga horária total de 10h.

Monitor da disciplina de química há 5 anos, Luiz Felipe observa um aumento considerável no número de alunos que apresentam dificuldades com a calculadora a partir da segunda unidade da disciplina de Química Geral da ECT. É nesse momento que os estudantes têm o primeiro contato com questões exponenciais e logarítmicas. “Nós víamos que muitas vezes era bem comum os alunos começarem a desenrolar uma questão, sabiam como fazer, sabiam o conceito, faziam bem direitinho e, aí, quando chegavam na parte final, que era para executar uma conta, mesmo com a calculadora ali do lado, era gritante o número de erros”, comenta Felipe.

Companheiras inseparáveis ao longo da vida de muitos estudantes e profissionais das áreas de exatas e engenharias, o minicurso pretende mostrar técnicas para o bom uso de suas funções, minimizando erros ao operar uma máquina tão útil, além de contemplar também desde as mais simples funções até as mais complexas, que envolvem armazenamento de dados. Para Felipe, a calculadora científica “é uma ferramenta fundamental para o engenheiro, quanto mais cedo você aprender a utilizar, melhor será”.

Os interessados podem acessar o site do evento para obter mais informações e também realizar a inscrição.