ECT tem projetos aprovados no programa Startup Nordeste do SEBRAE

Programa oferta 200 vagas, das quais 10% foram preenchidas por alunos e professores do PPgCTI e da incubadora InPacta da ECT
Escrito por: Geovana Tomaz e Carllos Daniel | Publicado em: 6 de julho de 2022

Em parceria com Avati Aceleradora, o SEBRAE RN divulgou os aprovados no programa Startup Nordeste, que visa fomentar e capacitar empreendedores do RN. O edital selecionou 200 propostas para primeira fase de Pré-Aceleração e 100 propostas na segunda fase de Aceleração. Ao final, as 26 melhores soluções receberão investimento de até R$ 13.000,00 reais por mês, pagas pelo SEBRAE, por cada projeto, durante seis meses.

Dentre os finalistas da fase inicial de Pré-Aceleração, foram contemplados membros da Escola de Ciências e Tecnologia (ECT), da UFRN, que conta com alunos e professores do Programa de Pós-graduação em Ciência, Tecnologia e Inovação (PPgCTI), e também da InPacta, incubadora vinculada à ECT que tem por finalidade oferecer apoio técnico e gerencial a empreendedores, através de consultoria e de treinamentos especializados.  Totalizando 20 projetos aprovados no programa, os membros da ECT ocuparam 10% das vagas disponíveis.

A coordenadora e professora do PPgCTI, Zulmara Virgínia, foi uma das contempladas com o projeto “Sci2Biz Digital Living Lab – Ensino e Aprendizagem Eficientes”. Para ela, a participação no programa atende ao objetivo do PPgCTI, que também possui viés empreendedor, pois, a Cultura da Inovação é difundida através de projetos de pesquisa conectados à Ciência, Tecnologia e Inovação, desenvolvidos na pós-graduação. Assim, o programa Startup Nordeste permite que as pesquisas possam avançar para ação e sejam  transferidas para a sociedade.

“Desde 2020, o PPgCTI tem conquistado bons resultados nos editais voltados ao empreendedorismo inovador. Assim, o resultado do edital do Startup Nordeste traduz que estamos no caminho certo para atender a missão do Programa”, diz Zulmara. Além dela, o professor da PPgCTI e gerente executivo da inPACTA, Ádley Antonini Neves de Lima, submeteu seu projeto intitulado “InSystem: soluções simples para conexões complexas”.

Para a equipe gestora da incubadora, o Startup Nordeste é uma iniciativa de fomento à inovação, o que complementa o trabalho desenvolvido na incubadora com as startups incubadas. Nesse sentido, aquelas contempladas pelo programa do SEBRAE terão maior apoio para efetivar suas ideias e expandir os seus negócios. Ao todo, 3 projetos da inPACTA foram selecionados.

Das 200 vagas oferecidas, 20 foram preenchidas por membros da ECT, totalizando 10% das vagas oferecidas. Os pesquisadores aprovados vão receber capacitação no formato de workshops e mentorias com grandes nomes do mercado, a fim de tornar o projeto uma realidade ou tracionar e escalar a sua startup.

Confira a lista dos projetos submetidos e aprovados:

Discentes e egressos do PPgCTI:

  • Francisco Belarmino de Macedo Neto –  Do Campo à Mesa: Sistema de Comercialização e Logística para pequenos produtores rurais
  • Glenn de Brito Cunha – Pincei
  • Janaina Freitas Nery – Desenvolvimento de App para Avaliação de elementos psicomotores em crianças com necessidades estimulativas
  • Julliane Michelle Freire de Almeida – Ecotur Experiências – Plataforma de Certificação sobre Turismo Responsável
  • Krisna de Aquino Lira – MINING HEALTH – Mineração de dados para operadoras de saúde suplementar
  • Luanna Gabriella Macêdo de Araújo – CARJU
  • Cássio Leandro de Queiroz Rodrigues e Raphael José Rodrigues Torres – Faceponto
  • Cláudia Larissa Coutinho Marques – Life Sprint
  • Darllin de Araújo Caetano – Kemo Soft Tecnologia LTDA – Projeto FGTS Consigmais
  • Eugênio Pacelly Brandão de Araújo – Medi3D/HUB de Impressão 3D
  • Hugo César Diniz Azevedo – Jornada Restaurante 4.0
  • Luana Wandecy Pereira Silva  – Blindog
  • Samuel Alves Dias – CounterUP
  • Tiago Tobias Freitas apresentou – Poticoins – Inteligência artificial para educação e assessoria nos investimentos em moedas digitais

A incubadora da ECT, inPACTA, teve três projetos incubados aprovados na fase de pré-aceleração. São eles:

  • TECCIM – Soluções Tecnológicas para Óleo e Gás – Juliana Pivotto Nicodemo de Oliveira
  • Inovatix Habitat Marte Ltda – Julio Francisco Dantas de Rezende
  • DOELAB/ Projeto: Desenvolvimento de Nanotubos de Carbono (CNT) para aplicação em baterias – Rodolfo Luiz Bezerra de Araújo Medeiros.