Engenheiro só precisa entender de número? O projeto de extensão ‘Bons engenheiros, bons comunicadores’ veio para provar que NÃO!

A pré-inscrição para o projeto será do dia 9 a 12 de junho e o resultado poderá ser consultado pelos alunos no dia 14 de junho.

Foi ministrando a disciplina obrigatória de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (MADU) que a professora Jazielli Sá percebeu que, todo semestre, mais da metade das turmas tinha uma grande dificuldade de realizar o trabalho da segunda unidade, uma vez que este consistia em uma apresentação. “Observei que, todo semestre, para grande parte dos alunos, a unidade dois era um sofrimento, sofrimento mesmo”, explica a professora. Além disso, Jazielli conta que faz parte das habilidades do egresso de engenharia ter boa comunicação e boa oratória. Como instituição, é interessante que a universidade desempenhe esta correlação com o aluno, visando ajudá-lo a desenvolver esta habilidade.

Portanto, a partir dessa necessidade de auxiliar os alunos a desenvolverem uma oratória mais satisfatória e assim ganhar confiança para lidar com o público, surgiu o projeto de extensão “Construção da habilidade exitosa em público em estudantes de engenharia: Bons engenheiros, bons comunicadores!”. A ação é coordenada pelas professoras Jazielli Sá e Edna Rangel, com a colaboração dos professores da ECT Luciana Lucena, Vera Castro e Sebastião Luiz, além da colaboração externa de algumas escolas da rede estadual. 

O projeto será ministrado remotamente pelo Google Meet sempre às quartas-feiras, durante à tarde. Será formada uma turma de 40 alunos e os encontros serão quinzenais. O objetivo é acompanhar de perto o desenvolvimento e evolução individual de cada aluno.

A pré-inscrição foi lançada nesta quarta-feira (9) e os alunos serão selecionados pela equipe organizadora, pois o projeto visa atender um público que tenha disponibilidade e que realmente esteja em uma situação que requer atenção. No questionário de pré-inscrição, o aluno deve assinalar qual a sua disponibilidade. Dentre as atividades estão feedbacks quanto a evolução dos alunos durante o projeto, exercícios e reunião com os professores, alguns eventos de extensão realizados dentro da ação podem contar como horas complementares. 

Serão levadas para algumas atividades da ação palestrantes que tenham a comunicação como objeto de estudo. Além disso, vão ser usadas algumas referências bibliográficas sobre comunicação, relacionando sempre com as experiências de cada professor para assim contribuir com o desenvolvimento dos alunos. “A ação foi programada com uma carga horária compatível com um aluno que esteja no primeiro ou segundo ano do BCT, sendo assim, não é uma atividade que vai sobrecarregá-los, pois a prioridade sempre vai ser suas disciplinas”, garante Jazielli.  

O público alvo consiste em alunos do BCT que entraram apenas em 2021, seja 2021.1 ou ainda 2021.2 e alunos do terceiro ano do ensino médio que queiram fazer algum curso na área tecnológica. Para fomentar a divulgação do projeto, apresentá-lo e despertar o interesse dos alunos, a equipe criou o perfil @bonscomunicadores no instagram. Na rede social serão divulgadas as notícias mais recentes sobre a iniciativa, bem como o link de pré-inscrição e posteriores resultados da seleção.