Ex-aluno da ECT mostra que sempre é possível buscar ‘Um Tanto Mais’

Escrito por: Francisca Pires | Publicado em: 22 de dezembro de 2021

O potiguar e ex-aluno da Escola de Ciências e Tecnologia da UFRN, Matheus Petrovich, lançou no último dia 30 de novembro o curta ‘Um Tanto Mais’. A trama está disponível no Youtube e conta a história de um pai e seu filho tentando superar suas mágoas e se reconectar após a perda da mãe da família e os 7 anos que passaram distantes.  

Pôster do curta “Um tanto mais” 
Fonte: Divulgação

Matheus conta que o tema do curta surgiu de uma conversa com o ator Andriu, responsável também pela produção do curta, sobre suas relações familiares. É a partir da perspectiva desse jovem adulto de se colocar no mundo, se entender, ocupar seus espaços e conciliar suas próprias questões com a relação que existe com esse outro adulto mais velho que é mais experiente e que coloca nesse filho expectativas e cobranças, que se desenrola a trama. O curta fala, acima de tudo, sobre a dificuldade de viver seguindo um ideal criado por outra pessoa, que na obra é pai, mas pode ser uma avó, mãe, tio, tia. Para muitos que crescem à sombra dessa opressão, a distância é a melhor saída e é isso que o personagem do filho faz, se afasta.  

Apesar de ser muito clara a dor e insatisfação do filho, o lado do pai, interpretado por Marcos Breda, também é mostrado de forma humana, rompendo com esse estereótipo de que pais sabem de tudo e não podem errar nunca. Para o ator e produtor Andriu Freitas, o curta é um drama, mas sem vitimização de nenhuma das personagens, uma vez que mostra a realidade de muitas famílias e principalmente que não existe um culpado, existem lados diferentes da história e que sempre é válido o diálogo. O curta levanta, portanto,  uma reflexão sobre projeções e cobranças, uma vez que tanto o filho projeta expectativas no pai quanto o pai projeta no filho, o que é um processo natural e inevitável da vida, mas que são tais expectativas frustradas que geram o conflito, muitas vezes silencioso. 

Marcos Breda e Andriu Freitas vivem pai e filho no Curta 
Fonte: Divulgação

O processo de criação do curta começou em abril deste ano. A ideia sempre foi fazer uma história bem empática e verdadeira, de modo a não ‘vilanizar’ nem um lado nem outro,  as duas personagens estão sentindo coisas de uma forma mais verdadeira. O roteiro foi finalizado em junho e então a equipe começou a ser montada para que, no começo de julho, começasse a ser gravado. Em seguida, Matheus conta que começou o processo de pós-produção. “A gente começou a editar e a edição foi o que consumiu mais tempo. Nós precisávamos reeditar essa história com o material que a gente conseguiu gravar e com tudo que a gente tinha: som, música, os os ajustes,a liberação de direitos autorais da música, edição de cor, exportar, lançar, fazer toda a parte de design dos pôsteres do lançamento, produzir material para mídia social”, destaca. Dada a complexidade do processo, o curta só pôde ser lançado no fim do ano.

Um Tanto de Histórico 

Matheus Petrovich já foi notícia outras vezes por aqui. Aos 27 anos carrega no currículo os títulos de Bacharel em Ciências e Tecnologia e Mestre em Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação pelo Programa de Pós-graduação em Ciência, Tecnologia e Inovação (PPgCTI). Em 2019, durante o programa Big Brother Brasil (BBB), os participantes tiveram acesso a um telão interativo com o qual Matheus trabalhou diretamente no processo de criação e desenvolvimento 

“Quando eu comecei a estudar C&T, jamais pensei que eu fosse fazer um filme”, confessa. Apesar de sempre ter amado arte e sonhado em trabalhar nessa área, o objetivo era muito distante para um jovem como ele. Ao contrário do que fez no curta, o personagem do filho, interpretado por Andriu Freitas, Matheus conta que não teve a coragem de simplesmente seguir a carreira artística e desbravar o mundo, tentando viver da própria arte, ele optou pelo mais seguro. “Escolhi viver de tecnologia, que era uma coisa que eu também gostava, mas menos do que do que a arte”, conta. Além disso, o jovem destaca que sempre amou textos e cinema, o que acabou o tornando aficionado por pesquisa e estudos sobre os processos dos filmes, das séries, peças de teatro, novelas e televisão, no geral. 

Em seu TCC e na defesa do mestrado, Matheus usou muitos elementos do cinema. No TCC utilizou um sistema de captura de movimentos aplicado à animação robótica para cinema. Já no mestrado, ele utilizou técnicas de maquiagem de efeitos especiais para produzir peças para estudo de medicina. Ou seja, sua real vocação nunca foi deixada de lado, apesar da escolha por um caminho mais estável.  Caminho esse que o levou a trabalhar na Rede Globo, onde já está há quatro anos, e permitiu uma maior aproximação desse caminho da arte. “Eu desafiei a fazer esse filme e fiquei bem feliz com o resultado, com o processo e espero que mais coisas venham nesse sentido”, finaliza. 

“A vida não é só sobre dificuldades” 

Questionado sobre o que diria hoje a um ingressante do curso de C&T, Matheus Petrovich que já esteve nesse mesmo lugar, ressalta a importância de ouvir a voz que te indica qual direção faz sentido para você. “Eu não digo que largue tudo e siga qualquer loucura da cabeça que às vezes a gente tem, mas tente sempre escutar onde essa sua voz tá querendo te levar, o que existe dentro de você que pede pra sair de alguma forma. E, naquilo que você for fazer, tente ir depositando pedaços disso que a sua essência diz que é sua real conexão, porque assim quando você olhar pra trás você vai ver tudo o que você fez fez sentido.” declara. 

Matheus Petrovich, ex-aluno da ECT, escritor e diretor do curta “Um Tanto Mais”
Fonte: Acervo Pessoal

Para o jovem que ultrapassou os muros da UFRN e chegou até uma das maiores emissoras do país, existe uma beleza muito grande em descobrir que você pode se conectar com o que te faz bem, porque a vida não é só sobre a dificuldade mas também sobre fazer o “não óbvio” e assim se conectar com você. ‘Um Tanto Mais’ está disponível de forma digital no canal de YouTube da produtora Pirata Filmes. Mais informações acesse aqui


Recursos hídricos como potencializador do turismo no Geoparque Seridó

Altas temperaturas, seca e solos cobertos pela vegetação da Caatinga, são os atributos da região semiárida do nordeste brasileiro que surgem primeiramente no imaginário popular. No entanto, além desse cenário instigador e ainda pouco aproveitado, existe uma paisagem composta por maciços de rochas cristalinas, planícies fluviais, vales e planícies de inundações com extensas áreas de […]

Rede Nordeste Aeroespacial divulga processo seletivo para ingresso em 2022 

A Coordenação-geral da Rede Nordeste Aeroespacial, em seus Programas de Pós-Graduação em Engenharia Aeroespacial (PPGEA/UEMA, PPGAERO/UFMA, PPGEA/UFPE e PPGEA/UFRN) das Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), divulgou no fim do mês de dezembro de 2021, o […]

ECT seleciona para Mestrado Profissional em Ciência, Tecnologia e Inovação

O Programa de Pós-Graduação em Ciência, Tecnologia e Inovação (PPgCTI), vinculado à Escola de Ciências e Tecnologia (ECT/UFRN) está selecionando interessados para o Mestrado Profissional em Ciência, Tecnologia e Inovação para ingresso no período letivo 2022.1. As inscrições podem ser feitas no SIGAA até o dia 27 de janeiro de 2022. Mais informações estão disponíveis no […]