Mestrado Profissional de Física promove aula inaugural com coordenadora nacional do programa

O Programa Nacional de Mestrado Profissional em Ensino de Física e o ensino da disciplina no Brasil foram temas da palestra.

Escrito por: Camila Pinto | Publicado em: 2 de maio de 2022

Aconteceu na última sexta-feira, 29, a aula inaugural do Mestrado Profissional em Ensino de Física (MNPEF), na Escola de Ciências e Tecnologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. O evento foi mediado pelo professor Alexsandro Lima, coordenador do programa de mestrado na UFRN e teve como palestrante, a professora Dra. Iramaia Jorge Cabral de Paulo, da UFMT, Coordenadora Nacional do MNPEF, via Google Meet. Além dos docentes, estavam presentes na aula os alunos ingressantes do curso em 2022 e também alguns estudantes da turma de 2020, estes de forma online.

Alexsandro Lima, coordenador do MNPEF Pólo 51 – ECT/UFRN, mediando a aula inaugural online, com a professora Iramaia. Foto: José Vinícius.

Tendo como foco de sua apresentação a discussão do panorama do ensino de Física no Brasil e a proposta do MNPEF, a professora Iramaia enfatizou o papel central do professor no ensino de Física e a importância da pós-graduação para a formação destes profissionais para atuarem na sala de aula. Para ela, o mestrado e o doutorado têm que “empoderar” o professor. “O que eu vejo é que a maioria dos professores não se sentem empoderados, eles não sentem que são os verdadeiros protagonistas. Nós precisamos entender que nós somos sim a grande força poderosa transformadora do currículo, porque somos nós que fechamos a porta e estamos lá com os nossos alunos. Nós precisamos recuperar esse nosso empoderamento. A gente precisa entender quão potente é o nosso papel”, explica a professora.

 Diretor da ECT, professor Douglas do Nascimento Silva dá boas-vindas à turma de 2022. Foto: José Vinícius

Após a apresentação da coordenadora, houve ainda um momento de recepção aos novos alunos pro mestrado, com uma breve fala de boas-vindas do professor Douglas do Nascimento Silva, Diretor da ECT. Além dele, Alexandre Amaral Cardoso de Araújo, egresso do curso e professor da rede estadual e da UFRN, compartilhou a sua experiência enquanto aluno do mestrado profissional de Física. Por fim, ocorreu a apresentação dos docentes do curso e um encerramento com cofeebreak.