Professora da ECT participa de debate que discute a presença mulheres na Ciência e Tecnologia

Escrito por: Camila Pinto | Publicado em: 28 de setembro de 2021

Na próxima quarta-feira, 29, às 14h, a Rede Brasileira de Mulheres Cientistas realiza o debate “Trabalhando por mais mulheres e meninas na Ciência e Tecnologia: experiências das cinco regiões do país”, que conta com a presença da professora e doutora Carla Cabral. O debate acontece de forma online no canal do projeto no YouTube, tendo como objetivo discutir as experiências de cada região na inserção de mulheres na área da ciência e da tecnologia.  

No debate, Carla Cabral, que é docente de Ciência, Tecnologia e Sociedade no curso de Ciência e Tecnologia e na pós-graduação atua na a formação de professores da área de tecnologia e ciência, pretende falar sobre a sua experiência na educação científica e tecnológica, tendo em vista a discussão de gênero na sala de aula e na ciência. A professora explica que considera importante construir uma perspectiva de ciência articulada aos contextos sociais, históricos, culturais, políticos, econômicos etc, para que mais mulheres e meninas se identifiquem com profissões nessas áreas, como engenharia, por exemplo. 

“Discutir gênero em ciência e tecnologia contribuiu para denunciar a invisibilidade das mulheres na ciência, a falsa ideia de incapacidade intelectual para esta ou aquela área. Se uma menina passa a entender que o que atribuem à ela é social e historicamente construído ela pode reconhecer discriminação, preconceito e combater essas práticas. Construir uma nova história para si”, comentou Carla. 

Sobre a Rede Brasileira de Mulheres Cientistas, trata-se de um projeto que surgiu da necessidade de defender as mulheres no contexto pandêmico que vivemos desde 2020. Em sua carta de lançamento, assinada por mais de 3 mil cientistas brasileiras, a rede ressalta como a pandemia tem afetado mais intensamente grupos vulneráveis, em especial as mulheres, e se coloca na posição de defender o bem-estar destas nesse contexto tão difícil, cobrando que o Estado brasileiro cumpra seu papel com elas. 

Além de Carla Cabral, o debate conta com a participação das professoras e doutoras Aline C. Pan (UFRGS), Ana Augusta O. Xavier (UNICAMP), Danielle Costa (UFPA), Erondina A. de Lima (UNB) e medicação de Michelle Morais de Sá e Silva (Universidade de Oklahoma).


PROGRAD abre inscrições para Reingresso de 2º Ciclo no Semestre 2022.2

Começa na próxima segunda-feira, 16, as inscrições para o processo de Reingresso nos cursos de 2º Ciclo da UFRN para o semestre 2022.1. Os interessados devem se inscrever até as 23h59 do dia 30 de maio, exclusivamente pela Plataforma SECACA da Secretaria Acadêmica da Escola de Ciências e Tecnologia (secacademica.ect.ufrn.br). Ao todo, são disponibilizadas 320 […]

ECT promove 4º Aulão de Cálculo I

Acontece neste sábado, dia 14 de maio, o quarto aulão de Cálculo I, sobre Limites e Derivadas, no auditório F da Escola de Ciências e Tecnologia, de 8h55 até 12h30. Ministrada pela professora Simone Batista, a atividade tem por objetivo ajudar, através da revisão de conteúdos dados na disciplina, alunos e alunas do curso de […]

ECT oferta bolsa de apoio técnico no Laboratório de Eletrotécnica

O Laboratório de Eletrotécnica está oferecendo uma bolsa de apoio técnico para alunos dos cursos de Engenharia ou Ciências e Tecnologia, para atuar junto aos técnicos de laboratório do setor. O discente que tiver interesse em se inscrever, deve enviar currículo e histórico para o email alexandremagnus@ect.ufrn.br até o dia 16 de maio. O bolsista […]